Coalizão dos Governos Ordenados

Coalizão dos Governos Ordenados


Muito antes das Guerras do Pêndulo, a Coalizão dos Governos Ordenados (CGO) existia apenas na forma de uma obscura filosofia de governo mundial na cabeça de um fanático socialista chamado Alexiy Desipich. Sua constituição se baseava em oito valores fundamentais: ORDEM, DILIGÊNCIA, PUREZA, TRABALHO, HONRA, LEALDADE, FÉ e HUMILDADE. Com o início das Guerras do Pêndulo, a CGO tornou-se um partido político legítimo, ainda que de pequena expressão, graças a Nassar Embry. O partido eventualmente tornou-se uma potência mundial após derrotar a União das Repúblicas Independentes, com o desenvolvimento do Martelo da Aurora. Seis semanas após a vitória da CGO, os Locusts emergiram.

Após o Dia da Emergência, os líderes da CGO foram os únicos dispostos a tomar as medidas necessárias para sobreviver à devastação de proporções épicas. Eles ratificaram o Ato de Fortificação, que estabelecia lei marcial e transformava o Planalto de Jacinto em uma fortaleza inatacável.  Todavia, em 17 D.E., a CGO já havia sido completamente derrotada, pois os Locusts já haviam dominado quase toda a superfície de Sera. 

A função de um soldado de linha de frente dentro da máquina da Coalizão é ser um "Gear". Ao serem recrutados, todos os Gears prestam um juramento chamado de Octus Canon: "Manter-me-ei vigilante e inabalável em minha busca pelos inimigos da Coalizão. Defenderei e manterei a Ordem da Vida, assim como foi proclamada pelos Líderes Supremos da Coalizão no Octus Canon. Abandonarei minha vida pregressa para que possa realizar minha missão pelo tempo que for necessário. Resoluto, ocuparei meu lugar na máquina e reconhecerei minha função na Coalizão. Eu sou um Gear."