Martelo da Aurora

Martelo da Aurora

ARMAS DA CGO


O Martelo da Aurora é um canhão por satélite, que funciona apenas em áreas abertas e somente quando os satélites estão alinhados sobre a área. Seu uso é controverso no universo de Gears, pois foi usado para dizimar cidades e matar os Locusts em 1 D.E., mas também acabou matando milhões de pessoas no processo.

O Martelo da Aurora conta com o poder de um sistema de laser alimentado por Emulsão para destruir o que há abaixo dele. Seu feixe de energia é guiável durante o disparo, para que inimigos possam ser atingidos enquanto se deslocam, mas ele é desligado depois de 5-10 segundos e o sistema de mira precisa ser reiniciado.   

Esta arma apareceu pela primeira vez em Gears of War 1.

História

Adam Fenix concluiu o Martelo da Aurora em 1 A.E., com o auxílio das informações roubadas da União das Repúblicas Independentes por Marcus Fenix, Coronel Victor Hoffman, Bernie Mataki, Carlos Santiago, Dominic Santiago e Helena Stroud. A criação desta arma devastadora forçou a URI a ter que voltar para a mesa de negociação e representou a vitória da Coalizão dos Governos Ordenados nas Guerras do Pêndulo. Infelizmente, os Locusts emergiram seis semanas depois...

Em 1 D.E., o Martelo da Aurora foi usado pela Coalizão dos Governos Ordenados para destruir cidades, na esperança de exterminar os Locusts. As pessoas receberam ordens para evacuar as cidades, mas não lhes foi dado o tempo necessário. Muitas pessoas foram mortas pelo ataque da CGO. Muitos dos que restaram tornaram-se os Sobreviventes. Eles geralmente odeiam membros da CGO e Gears, devido aos ataques do Martelo da Aurora.